Associação Profissional dos Contabilistas de Lins

5 dicas para o pequeno empreendedor lojista se adequar à NFC-e

maisCotações e Índices

Moedas - 10/12/2018 09:34:36
  • Nome
  • Compra
  • Venda
  • Comercial
  • 3,907
  • 3,908
  • Paralelo
  • 3,860
  • 4,070
  • Turismo
  • 3,890
  • 4,130
  • Euro
  • 4,460
  • 4,462
  • Iene
  • 0,035
  • 0,035
  • Franco
  • 3,903
  • 3,903
  • Libra
  • 4,968
  • 4,971
  • Ouro
  • 154,130
  •  
Mensal - 06/12/2018
  • Índices
  • Set
  • Out
  • Inpc/Ibge
  • 0,21
  • 0,40
  • Ipc/Fipe
  • 0,39
  • 0,48
  • Ipc/Fgv
  • 0,34
  • 0,48
  • Igp-m/Fgv
  • 1,52
  • 0,89
  • Igp-di/Fgv
  • -
  • 0,26
  • Selic
  • 0,47
  • 0,54
  • Poupança
  • 0,50
  • 0,50
  • TJLP
  • 0,55
  • 0,55
  • TR
  • -
  • -

maisObrigações Tributárias do Dia

  • 10/Dezembro/2018
  • Comprovante de Juros sobre o Capital Próprio-PJ.
  • IPI | Imposto sobre Produtos Industrializados.
  • Envio da Guia da Previdência Social aos Sindicatos.
O que você achou do nosso novo site?
Ótimo
Bom
Regular

1- Fique de olho nas obrigatoriedades em seu estado

Fique atento à legislação sobre a Nota Fiscal do Consumidor eletrônica (NFC-e) em seu estado, para conferir se a obrigatoriedade de emissão já entrou em vigor ou quando vai iniciar. A maioria dos estados adotou a NFC-e como modelo de documento fiscal eletrônico do varejo, porém, alguns estados permanecem com modelo ECF (cupom fiscal), outros determinam o uso do S@T CF-e (Sistema Autenticador e Transmissor do Cupom Fiscal eletrônico) e outros permitem o conjunto da NFC-e com S@T CF-e.

2 - Busque uma ferramenta adequada para a emissão da NFC-e

Para conseguir emitir a NFC-e é preciso ter uma solução de TI que faça esse processo de forma integrada com a Secretaria de Fazenda Estadual. É importante buscar uma solução que seja fácil de utilizar no dia a dia, e com grande eficiência.

3 - Confira se a associação comercial local oferece alguma parceria

Algumas associações comerciais de estados oferecem parcerias com fornecedores desses softwares para a disponibilização gratuita para os associados, como por exemplo a ACP (Associação Comercial do Paraná).

4 - Organize equipamentos e conexões

Com a NFC-e não é mais necessário ter uma impressora fiscal na loja. Basta ter uma impressora simples, o que reduz custos. Como muitas soluções de emissão oferecem versões on-line é importante também conferir a eficiência das conexões de internet para garantir mais produtividade.

5 - Integre a solução de NFC-e com seu contador

O contador é seu aliado na hora de colocar em prática a emissão da NFC-e. Alguns sistemas oferecem a integração automática de dados com a contabilidade do lojista, o que facilita a transferência de dados e todo o processo contábil.

Karine Gresser - Contadora e consultora de negócios do sistema myrp. 

Fonte: Administradores - 22/10/2015

Site desenvolvido pela TBrWeb (XHTML / CSS)
Associação Profissional dos Contabilistas de Lins  |  Rua Floriano Peixoto, n° 1.093 - Centro - Lins, SP | CEP 16.400-101
Fone 14. 3513-0114