Associação Profissional dos Contabilistas de Lins

Vagas de emprego falsas no Facebook roubam senha de usuários

maisCotações e Índices

Moedas - 21/02/2019 16:03:30
  • Nome
  • Compra
  • Venda
  • Comercial
  • 3,752
  • 3,753
  • Paralelo
  • 3,740
  • 3,930
  • Turismo
  • 3,600
  • 3,900
  • Euro
  • 4,251
  • 4,252
  • Iene
  • 0,034
  • 0,034
  • Franco
  • 3,746
  • 3,745
  • Libra
  • 4,890
  • 4,893
  • Ouro
  • 159,370
  •  
Mensal - 14/02/2019
  • Índices
  • Dez
  • Jan
  • Inpc/Ibge
  • 0,14
  • 0,36
  • Ipc/Fipe
  • 0,09
  • 0,58
  • Ipc/Fgv
  • 0,21
  • 0,57
  • Igp-m/Fgv
  • -0,49
  • 0,01
  • Igp-di/Fgv
  • -0,45
  • 0,07
  • Selic
  • 0,49
  • 0,54
  • Poupança
  • 0,50
  • 0,50
  • TJLP
  • 0,56
  • -
  • TR
  • -
  • -

maisObrigações Tributárias do Dia

  • 25/Fevereiro/2019
  • IOF | Imposto sobre Operações Financeiras.
  • IRRF | Imposto de Renda Retido na Fonte.
  • COFINS.
  • PIS/Pasep. 
  • IPI | Imposto sobre Produtos Industrializados. 
O que você achou do nosso novo site?
Ótimo
Bom
Regular

O Facebook e o WhatsApp são palcos para golpes e isso não é novidade. O problema é que muitas pessoas ainda utilizam os produtos indiscriminadamente, sem qualquer ressalva: e essa atitude é ouro para criminosos. Neste golpe vem acontecendo no Facebook, são ofertadas vagas de emprego com links maliciosos que roubam emails e senhas de usuários da rede social.

É o golpe de phishing clássico que, infelizmente, muitas pessoas ainda caem: uma vaga de emprego de fácil aceitação, um valor de pagamento atraente e um link encurtado que mascara o domínio falso na internet.

Segundo o pessoal do MassaNews, além de vagas de emprego falsas, também existem postagens com ofertas de filhos de cachorros feitas por uma ONG — que também é falsa — como doação.

Ao clicar nos links divulgados, a vítima cai em uma página falsa do Facebook exigindo o login para continuar a ação. Neste momento, email e senha são digitados e roubados pela página.

Não existem informações de quantas pessoas caíram neste golpe de phishing. Caso você não saiba, phishing é um dos métodos de ataque mais antigos, já que "metade do trabalho" é enganar o usuário de computador ou smartphone. Ele funciona assim, por definição: como uma "pescaria", o cibercriminoso envia um texto indicando que você ganhou algum prêmio ou dinheiro (ou está devendo algum valor) e, normalmente, um link acompanhante para você resolver a situação. O phishing também pode ser caracterizado como sites falsos que pedem dados de visitantes. A armadilha acontece quando você entra nesse link e insere os seus dados sensíveis — normalmente, há um site falso do banco/ecommerce para ludibriar a vítima —, como nome completo, telefone, CPF e números de contas bancárias.

Como não cair nestes golpes no Facebook
Para não perder a sua conta no Facebook mesmo que roubem a sua senha, ative a autenticação de dois fatores. Esse movimento, aliás, é recomendado para todos os serviços que você usa com a necessidade de login e senha — seja emails, apps etc.

Fonte: Tecmundo | 23/01/2019

Site desenvolvido pela TBrWeb (XHTML / CSS)
Associação Profissional dos Contabilistas de Lins  |  Rua Floriano Peixoto, n° 1.093 - Centro - Lins, SP | CEP 16.400-101
Fone 14. 3513-0114