Associação Profissional dos Contabilistas de Lins

Nova tecnologia de áudio promete aposentar os headphones ainda em 2019

maisCotações e Índices

Moedas - 14/12/2018 16:03:52
  • Nome
  • Compra
  • Venda
  • Comercial
  • 3,900
  • 3,901
  • Paralelo
  • 3,880
  • 4,080
  • Turismo
  • 3,750
  • 4,060
  • Euro
  • 4,407
  • 4,408
  • Iene
  • 0,034
  • 0,034
  • Franco
  • 3,913
  • 3,912
  • Libra
  • 4,900
  • 4,903
  • Ouro
  • 152,150
  •  
Mensal - 06/12/2018
  • Índices
  • Set
  • Out
  • Inpc/Ibge
  • 0,21
  • 0,40
  • Ipc/Fipe
  • 0,39
  • 0,48
  • Ipc/Fgv
  • 0,34
  • 0,48
  • Igp-m/Fgv
  • 1,52
  • 0,89
  • Igp-di/Fgv
  • -
  • 0,26
  • Selic
  • 0,47
  • 0,54
  • Poupança
  • 0,50
  • 0,50
  • TJLP
  • 0,55
  • 0,55
  • TR
  • -
  • -

maisObrigações Tributárias do Dia

  • 17/Dezembro/2018
  • INSS | Previdência Social.
O que você achou do nosso novo site?
Ótimo
Bom
Regular

Talvez 2018 seja o último ano que headphones serão produtos desejados. No que depender da startup israelense Noveto, os amados fones de ouvido serão uma tecnologia obsoleta a partir de 2019, quando pretendem lançar ao mercado uma tecnologia de reprodução de audio que se restringe ao campo auditivo do usuário sem que sejam necessários quaisquer dispositivos, que será apresentada ao público já no início do ano, durante a CES.

A tecnologia pode vir de um dispositivo autônomo que a empresa vem chamando de Sowlo, assemelhando-se a uma barra de som Bluetooth. Esse aparelho emite o som diretamente nos ouvidos do usuário sem que nenhum dispositivo seja acoplado às orelhas. Antonio Villas-Boas, reporter do Business Insider, testou a novidade e declarou: "Durante uma demonstração, eu estava vendo um vídeo e eu consegui ouvir o áudio alto e claro, mas ninguém ao meu redor podia ouvi-lo. E eu não estava usando nada na minha cabeça ou nos meus ouvidos".

Tomer Shani, co-fundador da Noveto, explica que o áudio focado da tecnologia desenvolvida é "dirigível". Ao usar outras formas de áudios direcionais, ao sair do campo de reprodução do som, o usuário deixa de receber os estímulos sonoros. Isso não acontece com essa nova tecnologia, que utiliza rastreamento 3D para que o som focado da Noveto acompanhe o usuário enquanto ele se move, sempre mapeando o ambiente para entender onde estão os seus ouvidos.

Embora a tecnologia ainda esteja em estágios iniciais de desenvolvimento, a Noveto conseguiu atrair a atenção de Brian Wallace, que tem histórico em ajudar tecnologias promissoras a saírem do papel e se lançarem no mercado. Algumas empresas, como a Dell, também demonstraram interesse em negociar com a Noveto. Os planos da startup, agora, são de investir em melhorias para a aquilidade do som ser a melhor possível e, assim, deixar os headphones no passado.

Fonte: CanalTech.com.br | 28/06/2018

Site desenvolvido pela TBrWeb (XHTML / CSS)
Associação Profissional dos Contabilistas de Lins  |  Rua Floriano Peixoto, n° 1.093 - Centro - Lins, SP | CEP 16.400-101
Fone 14. 3513-0114