Associação Profissional dos Contabilistas de Lins

MIT desenvolve headset capaz de ouvir a sua mente

maisCotações e Índices

Moedas - 14/12/2018 16:03:52
  • Nome
  • Compra
  • Venda
  • Comercial
  • 3,900
  • 3,901
  • Paralelo
  • 3,880
  • 4,080
  • Turismo
  • 3,750
  • 4,060
  • Euro
  • 4,407
  • 4,408
  • Iene
  • 0,034
  • 0,034
  • Franco
  • 3,913
  • 3,912
  • Libra
  • 4,900
  • 4,903
  • Ouro
  • 152,150
  •  
Mensal - 06/12/2018
  • Índices
  • Set
  • Out
  • Inpc/Ibge
  • 0,21
  • 0,40
  • Ipc/Fipe
  • 0,39
  • 0,48
  • Ipc/Fgv
  • 0,34
  • 0,48
  • Igp-m/Fgv
  • 1,52
  • 0,89
  • Igp-di/Fgv
  • -
  • 0,26
  • Selic
  • 0,47
  • 0,54
  • Poupança
  • 0,50
  • 0,50
  • TJLP
  • 0,55
  • 0,55
  • TR
  • -
  • -

maisObrigações Tributárias do Dia

  • 17/Dezembro/2018
  • INSS | Previdência Social.
O que você achou do nosso novo site?
Ótimo
Bom
Regular

lterEgo é um headset desenvolvido por estudantes do MIT (Instituto de Tecnologia de Massachusetts) que promete revolucionar o jeito como interagimos com os nossos computadores e celulares. A invenção consegue "ouvir" o usuário e entender palavras sem que seja necessário pronunciá-las em voz alta.

O acessório em questão é utilizado no rosto, especificamente entre a orelha, mandíbula e queixo do usuário. Ele consegue "ler os seus pensamentos" através de uma série de eletrodos capazes de captar os sinais emitidos pela subvocalização, também conhecida como “fala silenciosa” – quando "falamos" em nossas cabeças ao ler, por exemplo.

As informações coletadas são enviadas, identificadas e posteriormente transformadas em ações por meio de inteligência artificial. Até o momento, o acessório permite que o usuário navegue pelos sistemas de smart TVs, jogue xadrez, pergunte as horas, faça cálculos simples e outras tarefas básicas. 

O AlterEgo também utiliza um alto-falante de condução óssea para responder aos comandos solicitados, dispensando o uso de fones de ouvido tradicionais. Segundo Arnav Kapur, estudante responsável pelo projeto, a idéia é ter "uma plataforma de computação mais interna, que fundisse humanos e máquinas de alguma forma e que pareça uma extensão de nossa própria cognição".

De acordo com a publicação do MIT, o acessório passou por uma bateria de testes e conseguiu uma precisão de 92% na tradução de palavras. O experimento envolveu dez pessoas que utilizaram o aparelho por 15 minutos e depois por mais 90 minutos para realizar cálculos.

Vale destacar que o AlterEgo ainda está em fase de desenvolvimento e nada garante que ele seja lançado ou chegue ao mercado final. No entanto, a equipe já está trabalhando para reduzir o tamanho do dispositivo, afim de torná-lo menos intrusivo.

Fonte: Techtudo.com.br | 11/04/2018 

Site desenvolvido pela TBrWeb (XHTML / CSS)
Associação Profissional dos Contabilistas de Lins  |  Rua Floriano Peixoto, n° 1.093 - Centro - Lins, SP | CEP 16.400-101
Fone 14. 3513-0114