Associação Profissional dos Contabilistas de Lins

Acusada de pirâmide, criptomoeda BitConnect perde 98% do valor

maisCotações e Índices

Moedas - 12/12/2018 16:11:34
  • Nome
  • Compra
  • Venda
  • Comercial
  • 3,847
  • 3,849
  • Paralelo
  • 3,820
  • 4,020
  • Turismo
  • 3,690
  • 4,000
  • Euro
  • 4,376
  • 4,380
  • Iene
  • 0,034
  • 0,034
  • Franco
  • 3,881
  • 3,882
  • Libra
  • 4,870
  • 4,873
  • Ouro
  • 156,000
  •  
Mensal - 06/12/2018
  • Índices
  • Set
  • Out
  • Inpc/Ibge
  • 0,21
  • 0,40
  • Ipc/Fipe
  • 0,39
  • 0,48
  • Ipc/Fgv
  • 0,34
  • 0,48
  • Igp-m/Fgv
  • 1,52
  • 0,89
  • Igp-di/Fgv
  • -
  • 0,26
  • Selic
  • 0,47
  • 0,54
  • Poupança
  • 0,50
  • 0,50
  • TJLP
  • 0,55
  • 0,55
  • TR
  • -
  • -

maisObrigações Tributárias do Dia

  • 13/Dezembro/2018
  • IOF | Imposto sobre Operações Financeiras.
  • IRRF | Imposto de Renda Retido na Fonte.
O que você achou do nosso novo site?
Ótimo
Bom
Regular

A criptomoeda BitConnect chegou a perder quase todo seu valor em cerca de 24 horas após o anúncio de encerramento do esquema de investimento BitConnect, atrelado à moeda. A plataforma prometia o pagamento de juros de 1% ao dia para quem investisse na moeda BitConnect Coin (BCC), que o grupo usaria para obter lucros com investimentos em Bitcoin.

No anúncio sobre o encerramento da plataforma, a BitConnect afirmou que todo o saldo dos usuários foi convertido em BitConnect Coin usando a cotação de US$ 363,62 por moeda -- o equivalente à média dos últimos 15 dias. Dessa forma, quem tinha saldo em dólares agora dispõe apenas de saldo em moeda virtual. 

O valor da BCC já vinha caindo por causa da queda do Bitcoin, que costuma puxar as demais criptomoedas, e sucessivos problemas de acesso ao site da BitConnect. Esses problemas de acesso, segundo a organização, foram causados por ataques de hackers. 

Mas a moeda derreteu de vez após o anúncio de encerramento das atividades, derrubando a cotação para chegar a US$ 5 nesta quarta-feira (17), segundo o CoinMarketCap. Houve uma leve recuperação para US 10, valor ainda abaixo do fechamento de terça (US$ 19). A queda devolveu a BitConnect ao patamar da primeira metade de 2017. A BitConnect foi criada em novembro de 2016.

A BitConnect é notória por ter sido acusada de operar um esquema de pirâmide por membros da própria comunidade envolvida com as criptomoedas. Vitalik Buterin, co-fundador da critpomoeda Ethereum, fez a acusação em novembro de 2017. Doug Polk, um youtuber com 92 mil inscritos que também comenta o mercado de criptomoedas, publicou um vídeo no dia 2 de janeiro com a mesma avaliação.

Segundo eles, o retorno prometido pela BitConnect não era sustentável e só podia ser mantido com a entrada de novos participantes -- um cenário típico de pirâmide.

A BitConnect, porém, afirma que o encerramento da plataforma de investimento se deve à pressão de reguladores, ataques e cobertura negativa da imprensa, não tendo relação com a sustentabilidade do negócio. A companhia diz ter recebido notificações extrajudiciais de dois órgãos de regulamentação estaduais dos Estados Unidos exigindo o encerramento das operações, mas não detalhou o conteúdo das cartas.

O fórum da BitConnect no site Reddit foi fechado após uma série de postagens de usuários reclamando dos prejuízos. Um dos posts informava um telefone de prevenção ao suicídio -- o número também apareceu em fóruns de Bitcoin quando a moeda quebrou em 2013.

A BitConnect agora está promovendo uma nova moeda - BitConnectX (BCCX). Ela é oferecida nos mesmos termos que outras criptomoedas em circulação, prometendo transferências de baixo custo, mas, da mesma forma que a BCC, promete o pagamento de juros aos participantes. A BCCX está sendo oferecida na cotação de US$ 50 por moeda.

A cotação da BitConnect informada no site é de cerca de US$ 200, mas não há como saber se esse número é real. Os gráficos no site não estão mais funcionando, por exemplo. A compra e venda deve ser repassada para terceiros em 5 dias; após isso, as moedas poderão ser comercializadas apenas na nova plataforma da BitConnect X.

fonte: g1.globo

Site desenvolvido pela TBrWeb (XHTML / CSS)
Associação Profissional dos Contabilistas de Lins  |  Rua Floriano Peixoto, n° 1.093 - Centro - Lins, SP | CEP 16.400-101
Fone 14. 3513-0114