Associação Profissional dos Contabilistas de Lins

Confiança do comércio avança 12% em setembro, diz CNC

maisCotações e Índices

Moedas - 07/12/2018 17:39:00
  • Nome
  • Compra
  • Venda
  • Comercial
  • 3,890
  • 3,890
  • Paralelo
  • 3,860
  • 4,070
  • Turismo
  • 3,860
  • 4,100
  • Euro
  • 4,446
  • 4,447
  • Iene
  • 0,035
  • 0,035
  • Franco
  • 3,931
  • 3,930
  • Libra
  • 4,963
  • 4,966
  • Ouro
  • 155,290
  •  
Mensal - 06/12/2018
  • Índices
  • Set
  • Out
  • Inpc/Ibge
  • 0,21
  • 0,40
  • Ipc/Fipe
  • 0,39
  • 0,48
  • Ipc/Fgv
  • 0,34
  • 0,48
  • Igp-m/Fgv
  • 1,52
  • 0,89
  • Igp-di/Fgv
  • -
  • 0,26
  • Selic
  • 0,47
  • 0,54
  • Poupança
  • 0,50
  • 0,50
  • TJLP
  • 0,55
  • 0,55
  • TR
  • -
  • -

maisObrigações Tributárias do Dia

  • 10/Dezembro/2018
  • Comprovante de Juros sobre o Capital Próprio-PJ.
  • IPI | Imposto sobre Produtos Industrializados.
  • Envio da Guia da Previdência Social aos Sindicatos.
O que você achou do nosso novo site?
Ótimo
Bom
Regular

Diante da melhora no consumo das famílias, a confiança dos empresários do comércio avançou em setembro. Na comparação com o mesmo período do ano passado, o avanço foi de 12%, segundo dados divulgados nesta terça-feira (26) pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC).

Com esse incremento, o indicador alcançou os 104,8 pontos. Semelhante a um termômetro, quando essa pontuação supera a marca de 100 significa confiança em alta. Números abaixo dessa linha podem sugerir pessimismo.

“A melhora gradual no desempenho do comércio vem promovendo o aumento da confiança dos comerciantes no ano”, avalia a economista da entidade, Izis Ferreira.

Na avaliação dos empresários do comércio, as condições atuais da economia ficaram melhores em comparação com o ano passado. A percepção dos comerciantes a respeito da própria empresa subiu 28,6%, sendo que o sentimento positivo em relação ao setor cresceu 42,3% na comparação anual.

Além disso, 35,4% dos comerciantes consideraram o desempenho do setor de comércio em setembro melhor em comparação com o mesmo período do ano passado.

Festas de fim de ano

Os preparativos para as festas de fim de ano já mostram, na avaliação dos economistas da CNC, impacto positivo no subíndice que mede as intenções de investimento do comércio, com aumento de 0,8% em setembro. Na comparação anual, o subíndice aumentou 9,3%, puxado pelas intenções de investimento nas empresas (15,7%), na contratação de funcionários (11%) e em estoques (2,2%). Para 28,5% dos comerciantes consultados em setembro, o nível dos estoques está acima do que esperavam vender, proporção menor do que a apontada em agosto (29%).

Para os varejistas, as condições atuais do setor melhoraram em todos os itens, com destaque à economia, com aumento de 67,3%, na comparação com setembro de 2016. A percepção dos comerciantes sobre o setor cresceu 42,3%, enquanto a percepção sobre a própria empresa teve aumento de 28,6%, na comparação anual. Os dados indicam ainda que, em setembro deste ano, 35,4% dos comerciantes consideraram o desempenho do comércio melhor do que há um ano. No mesmo período de 2016, o percentual era de 22,8%.

Fonte: Portal Brasil, com informações da CNC

Site desenvolvido pela TBrWeb (XHTML / CSS)
Associação Profissional dos Contabilistas de Lins  |  Rua Floriano Peixoto, n° 1.093 - Centro - Lins, SP | CEP 16.400-101
Fone 14. 3513-0114