Associação Profissional dos Contabilistas de Lins

Não se torne um empresário (se você não se vê nisso a longo prazo)

maisCotações e Índices

Moedas - 07/12/2018 17:39:00
  • Nome
  • Compra
  • Venda
  • Comercial
  • 3,890
  • 3,890
  • Paralelo
  • 3,860
  • 4,070
  • Turismo
  • 3,860
  • 4,100
  • Euro
  • 4,446
  • 4,447
  • Iene
  • 0,035
  • 0,035
  • Franco
  • 3,931
  • 3,930
  • Libra
  • 4,963
  • 4,966
  • Ouro
  • 155,290
  •  
Mensal - 06/12/2018
  • Índices
  • Set
  • Out
  • Inpc/Ibge
  • 0,21
  • 0,40
  • Ipc/Fipe
  • 0,39
  • 0,48
  • Ipc/Fgv
  • 0,34
  • 0,48
  • Igp-m/Fgv
  • 1,52
  • 0,89
  • Igp-di/Fgv
  • -
  • 0,26
  • Selic
  • 0,47
  • 0,54
  • Poupança
  • 0,50
  • 0,50
  • TJLP
  • 0,55
  • 0,55
  • TR
  • -
  • -

maisObrigações Tributárias do Dia

  • 10/Dezembro/2018
  • Comprovante de Juros sobre o Capital Próprio-PJ.
  • IPI | Imposto sobre Produtos Industrializados.
  • Envio da Guia da Previdência Social aos Sindicatos.
O que você achou do nosso novo site?
Ótimo
Bom
Regular

O famoso designer gráfico austríaco Stefan Sagmeister, uma vez foi chamado como “O Manto da Besteira” (em resposta a proliferação do uso da palavra “contador de histórias”). Eu acredito que o mesmo está acontecendo agora com pessoas que desejam ser empresárias.

Agora – não me interpretem mal. Adoro que mais e mais pessoas considerem o empreendedorismo uma opção de carreira viável. Que o custo de iniciar uma empresa desceu significativamente (e continua a cair). Que temos mais recursos (livres e bons) disponíveis para que as pessoas aprendam tudo que há sobre empreendedorismo (e, portanto, aumentam suas chances de sucesso – pelo menos em teoria).

Onde fico ansioso é quando converso com gente que está pensando em começar uma empresa atraída pela versão de alto nível do empreendedorismo que eles lêem em blogs, revistas ou na televisão. E talvez pior seja a versão mal interpretada da “realidade inicial”, onde os fundadores sonham em sair da empresa após um ano ou dois.

A realidade é diferente.
Demora de 7 a 10 anos para construir uma empresa. Suas chances de sucesso são abismalmente pequenas. E é (principalmente) um trabalho árduo.

E ainda (claro) – é a melhor coisa que você pode fazer. Isso se você pensar no empreendedorismo a longo prazo.

O que me leva a um ponto importante: por favor, não comece uma empresa, se você não pode se ver fazendo isso durante a próxima década.

Há muitas oportunidades excelentes para você. Você pode se tornar um empregado adiantado em uma inicialização (indiscutivelmente são os heróis desconhecidos de qualquer startup de qualquer maneira). Junte-se a um grande corpo legal e ajude-os a permanecer relevantes.

Mas não se torne um fundador se todas as fibras do seu corpo não gritarem para que você comece esse negócio e continue fazendo isso até que ele seja bem sucedido – não importa o que.

Nós precisamos de você em todo o seu potencial.
O que pode ser como um empreendedor – e também pode ser como um funcionário chave para a empresa.

fonte: escolaconquer.com.br

Site desenvolvido pela TBrWeb (XHTML / CSS)
Associação Profissional dos Contabilistas de Lins  |  Rua Floriano Peixoto, n° 1.093 - Centro - Lins, SP | CEP 16.400-101
Fone 14. 3513-0114