Associação Profissional dos Contabilistas de Lins

Tesouro Direto atinge em maio R$ 45,6 bi, maior patamar da história

maisCotações e Índices

Moedas - 19/02/2019 15:59:47
  • Nome
  • Compra
  • Venda
  • Comercial
  • 3,709
  • 3,711
  • Paralelo
  • 3,700
  • 3,890
  • Turismo
  • 3,560
  • 3,860
  • Euro
  • 4,209
  • 4,211
  • Iene
  • 0,034
  • 0,034
  • Franco
  • 3,707
  • 3,707
  • Libra
  • 4,840
  • 4,843
  • Ouro
  • 157,470
  •  
Mensal - 14/02/2019
  • Índices
  • Dez
  • Jan
  • Inpc/Ibge
  • 0,14
  • 0,36
  • Ipc/Fipe
  • 0,09
  • 0,58
  • Ipc/Fgv
  • 0,21
  • 0,57
  • Igp-m/Fgv
  • -0,49
  • 0,01
  • Igp-di/Fgv
  • -0,45
  • 0,07
  • Selic
  • 0,49
  • 0,54
  • Poupança
  • 0,50
  • 0,50
  • TJLP
  • 0,56
  • -
  • TR
  • -
  • -

maisObrigações Tributárias do Dia

  • 20/Fevereiro/2019
  • IRRF | Imposto de Renda Retido na Fonte.
  • Cofins/CSL/PIS-Pasep | Retenção na Fonte
  • COFINS/PIS-Pasep | Entidades financeiras. 
  • INSS | Previdência Social. 
  • EFD - Contribuintes do IPI | Pernambuco e Distrito Federal.
  • Simples Nacional. 
  • IRPJ/CSL/PIS/COFINS | Incorporações imobiliárias | Regime Especial de Tributação – PMCMV. 
  • IRPJ/CSL/PIS/COFINS | Incorporações imobiliárias | Regime Especial de Tributação - RET.
  • Previdência Social (INSS) | Parcelamento excepcional de débitos de Pessoas Jurídicas. 
  • Parcelamento especial da Contribuição Social do salário-educação. 
  • Previdência Social (INSS) | Parcelamento Especial de Débitos - PAES.
O que você achou do nosso novo site?
Ótimo
Bom
Regular

Tesouro Direto atinge em maio R$ 45,6 bi, maior patamar da história

Brasília - O estoque de investimentos no Tesouro Direto atingiu em maio R$ 45,6 bilhões, o maior valor da história. De acordo com balanço divulgado pelo Tesouro Nacional, em maio foram feitas 221.005 operações, com valor médio de R$ 8.723,08 cada. Os investimentos de até R$ 5 mil corresponderam a 75,4% das vendas e, até R$ 1 mil, 49,3%.

Em maio, as compras de papéis pelo programa somaram R$ 1,928 bilhão, enquanto os resgates totalizaram R$ 1,237 bilhão, sendo R$ 1,024 bilhão relativo às recompras e R$ 213,3 milhões aos vencimentos.

A maioria dos investidores comprou títulos indexados ao IPCA (Tesouro IPCA+ e Tesouro IPCA+ com Juros Semestrais), que tiveram participação de 44,8% no total negociado. Os títulos indexados à taxa Selic (Tesouro Selic) responderam por 34,6% do total e os prefixados (Tesouro Prefixado e Tesouro Prefixado com Juros Semestrais), por 20,6%.

A maior parte das aplicações (78,6%) teve prazo entre 5 e 10 anos. As vendas de títulos com vencimentos acima de 10 anos somaram 17,3% e as com prazo entre um e cinco anos, 4,7%.

Em maio, o número de investidores ativos (com aplicações) aumentou 16.858, com o total de pessoas físicas ativas no programa alcançando 492.999, aumento de 67,5% nos últimos 12 meses.

Estoque

O acréscimo no estoque do Tesouro Direto em maio foi de 2,4% em relação ao mês anterior e de 44% ante maio de 2016. Os títulos remunerados por índices de preços respondem por 63,9% do estoque, os indexados à Selic, por 19,7%, e os títulos prefixados, por 16,4%.

A maior parte do estoque (48,2%) é formada por títulos com vencimento entre um e cinco anos. Os títulos com prazo entre 5 e 10 anos correspondem a 30,0%, os com vencimento acima de 10 anos, a 17,2% do total, e os que vencem em até 1 ano, 4,7%.

fonte: noticiasr7.com

Site desenvolvido pela TBrWeb (XHTML / CSS)
Associação Profissional dos Contabilistas de Lins  |  Rua Floriano Peixoto, n° 1.093 - Centro - Lins, SP | CEP 16.400-101
Fone 14. 3513-0114