Associação Profissional dos Contabilistas de Lins

Microsoft segurou liberação de ferramenta que bloqueava o golpe WannaCry

maisCotações e Índices

Moedas - 19/07/2019 13:19:24
  • Nome
  • Compra
  • Venda
  • Comercial
  • 3,739
  • 3,740
  • Paralelo
  • 3,710
  • 3,900
  • Turismo
  • 3,590
  • 3,890
  • Euro
  • 4,196
  • 4,200
  • Iene
  • 0,035
  • 0,035
  • Franco
  • 3,809
  • 3,811
  • Libra
  • 4,673
  • 4,676
  • Ouro
  • 172,170
  •  
Mensal - 06/05/2019
  • Índices
  • Fev
  • Mar
  • Inpc/Ibge
  • 0,54
  • 0,77
  • Ipc/Fipe
  • 0,54
  • 0,51
  • Ipc/Fgv
  • 0,35
  • 0,65
  • Igp-m/Fgv
  • 0,88
  • 1,26
  • Igp-di/Fgv
  • 1,25
  • 1,07
  • Selic
  • 0,49
  • 0,47
  • Poupança
  • 0,50
  • 0,50
  • TJLP
  • 0,59
  • 0,59
  • TR
  • -
  • -

maisObrigações Tributárias do Dia

  • 22/Julho/2019
  • IRPJ/CSL/PIS/COFINS | Incorporações imobiliárias | Regime Especial de Tributação – PMCMV.
  • IRPJ/CSL/PIS/COFINS | Incorporações imobiliárias | Regime Especial de Tributação - RET.
  • Simples Nacional.
O que você achou do nosso novo site?
Ótimo
Bom
Regular

O ataque cibernético que chocou o mundo na semana passada poderia não ter sido tão violento se a Microsoft fosse menos gananciosa. Pelo menos é o que sugere uma reportagem do Financial Times.

O jornal afirma que a companhia possuía uma atualização capaz de prevenir máquinas rodando versões antigas do Windows de caírem em esquemas como o WannaCry, que infectou um número superior a 200 mil computadores em mais de 150 países.
A salvação só não teria sido liberada porque a Microsoft vinha exigindo pagamentos que chegavam a US$ 1.000 (R$ 3.370) anuais por suporte personalizado, o que incluiria a ajuda contra esses golpes. A tal ferramenta eventualmente acabou liberada gratuitamente, mas milhares de pessoas já haviam sido afetadas.

Questionada pela CNET, a empresa não negou a situação, dizendo que "oferece suporte personalizado como uma medida tapa buraco". "Para deixar claro, a Microsoft preferiria que as companhias atualizassem e percebessem todos os benefícios da versão mais nova [do Windows] em vez de escolherem o suporte personalizado", completou.

fonte: olhardigital

Site desenvolvido pela TBrWeb (XHTML / CSS)
Associação Profissional dos Contabilistas de Lins  |  Rua Floriano Peixoto, n° 1.093 - Centro - Lins, SP | CEP 16.400-101
Fone 14. 3513-0114