Associação Profissional dos Contabilistas de Lins

Quer aumento? Saiba o que fazer e falar na hora do pedido

maisCotações e Índices

Moedas - 07/12/2018 17:39:00
  • Nome
  • Compra
  • Venda
  • Comercial
  • 3,890
  • 3,890
  • Paralelo
  • 3,860
  • 4,070
  • Turismo
  • 3,860
  • 4,100
  • Euro
  • 4,446
  • 4,447
  • Iene
  • 0,035
  • 0,035
  • Franco
  • 3,931
  • 3,930
  • Libra
  • 4,963
  • 4,966
  • Ouro
  • 155,290
  •  
Mensal - 06/12/2018
  • Índices
  • Set
  • Out
  • Inpc/Ibge
  • 0,21
  • 0,40
  • Ipc/Fipe
  • 0,39
  • 0,48
  • Ipc/Fgv
  • 0,34
  • 0,48
  • Igp-m/Fgv
  • 1,52
  • 0,89
  • Igp-di/Fgv
  • -
  • 0,26
  • Selic
  • 0,47
  • 0,54
  • Poupança
  • 0,50
  • 0,50
  • TJLP
  • 0,55
  • 0,55
  • TR
  • -
  • -

maisObrigações Tributárias do Dia

  • 10/Dezembro/2018
  • Comprovante de Juros sobre o Capital Próprio-PJ.
  • IPI | Imposto sobre Produtos Industrializados.
  • Envio da Guia da Previdência Social aos Sindicatos.
O que você achou do nosso novo site?
Ótimo
Bom
Regular

A maioria dos livros de liderança, os quais procuramos seguir a rigor em nosso dia a dia, discorre sobre a realidade de empresas que trabalham por meritocracia. Ou seja, quando a empresa já tem bem estruturado um método de avaliação por desempenho e, portanto, sabe medir a produtividade dos colaboradores - logo, fica mais “fácil” saber quem merece o tal do aumento salarial. Nesse método de avaliação, os funcionários também sabem que serão recompensados pelo bom trabalho apresentado.

No Brasil, de acordo com a minha experiência, ainda são minoria as companhias que avaliam corretamente a qualificação por desempenho. Então, se trabalha em um lugar que não tem uma política de aumento salarial tão assertiva assim, cabe a você batalhar pelo reconhecimento.

Porém, antes de tocar nesse assunto, você deve se preparar, pensar bem e sentir se é a hora certa. Já presenciei situações constrangedoras, em que os próprios colaboradores se colocaram em saias justas ao pedirem aumento. Confira algumas dicas para você não cair e te ajudar na busca pelo tão sonhado aumento:

“Eu também mereço um aumento salarial” - Não faça comparações desse tipo! Não se trata de merecimento e, sim, de resultados. Essa dica pode não agradar muitas pessoas, mas, queiramos ou não, reflete o pensamento de muitos empresários: fazer corretamente as tarefas é apenas a obrigação de todo bom profissional;

Não alegue dificuldade para pagar as contas - Todos temos despesas, e as dívidas contraídas foram escolhas suas. De nada adianta expor seus problemas pessoais, como o aumento das contas de casa, a escola dos filhos ou a compra de um carro. Não vá por esse caminho;

Nunca diga que tem outras propostas fora dali se não for verdade - Não coloque seu chefe contra a parede e, muito menos, se coloque em uma armadilha da escolha do tudo ou nada. O objetivo é ter uma conversa amigável e tranquila;

Espere, pelo menos, um ano para falar sobre aumento - Afinal, você acabou de concordar com aquele salário, com os desafios e as responsabilidades que terá que arcar;

Entregue mais - Para fazer jus a um aumento de salário, é necessário agregar valor à empresa. Apresente mais resultados e demonstre as razões para o seu pedido.

Com essas dicas, você terá os argumentos necessários para cobrar reconhecimento. Porém, caso o seu chefe fale que não é o melhor momento para te dar o aumento, pergunte o que você deve fazer para melhorar e em quanto tempo pode conquistar o seu objetivo salarial.

Agora, se resposta for “aqui você não terá o aumento desejado”, a boa nova é que você pode ir atrás desse objetivo em outra empresa. Agradeça a sinceridade, comece a buscar novas oportunidades e reflita sobre o que prefere: se dedicar a um trabalho que não lhe renderá os ganhos que procura ou saber da real situação e poder mudar o rumo de sua carreira?

Fonte: uol.com.br

Site desenvolvido pela TBrWeb (XHTML / CSS)
Associação Profissional dos Contabilistas de Lins  |  Rua Floriano Peixoto, n° 1.093 - Centro - Lins, SP | CEP 16.400-101
Fone 14. 3513-0114