Associação Profissional dos Contabilistas de Lins

Como se preparar para as despesas de fim de ano

maisCotações e Índices

Moedas - 23/08/2019 13:22:40
  • Nome
  • Compra
  • Venda
  • Comercial
  • 4,112
  • 4,113
  • Paralelo
  • 4,050
  • 4,250
  • Turismo
  • 4,090
  • 4,330
  • Euro
  • 4,576
  • 4,578
  • Iene
  • 0,039
  • 0,039
  • Franco
  • 4,211
  • 4,211
  • Libra
  • 5,031
  • 5,034
  • Ouro
  • 195,060
  •  
Mensal - 22/07/2019
  • Índices
  • Mai
  • Jun
  • Inpc/Ibge
  • 0,15
  • 0,01
  • Ipc/Fipe
  • -0,02
  • 0,15
  • Ipc/Fgv
  • 0,22
  • -0,02
  • Igp-m/Fgv
  • 0,45
  • 0,80
  • Igp-di/Fgv
  • 0,40
  • 0,63
  • Selic
  • 0,54
  • 0,47
  • Poupança
  • 0,50
  • 0,50
  • TJLP
  • 0,59
  • 0,59
  • TR
  • -
  • -

maisObrigações Tributárias do Dia

  • 30/Agosto/2019
  • IOF | Imposto sobre Operações Financeiras.
  • COFINS/PIS-PASEP | Retenção na Fonte – Autopeças.
  • IRPJ/CSL | Imposto de Renda Pessoa Jurídica e da Contribuição Social sobre o Lucro | Apuração mensal.
  • IRPJ | Imposto de Renda Pessoa Jurídica | Renda variável.
  • IRPJ/Simples Nacional | Ganho de Capital na alienação de Ativos.
  • IRPF | Imposto de Renda Pessoa Física.
  • REFIS/PAES | Programa de Recuperação Fiscal.
  • REFIS | Programa de Recuperação Fiscal.
  • Previdência Social (INSS) | Programa de Modernização da Gestão e de Responsabilidade Fiscal do Futebol Brasileiro | Profut || Parcelamento de débitos junto à RFB e à PGFN.
  • Previdência Social (INSS) | Programa de Recuperação Previdenciária dos Empregadores Domésticos - Redom (Parcelamento de débitos em nome do empregado e do empregador domésticos junto à PGFN e à RFB).
  • DOI | Declaração de Operações Imobiliárias.
  • DME | Declaração de Operações Liquidadas com Moeda em Espécie.
  • IRPF - Imposto de Renda sobre a Pessoa Física.
  • IRRF - Fundos de Investimento Imobiliário.
  • e-Financeira.
  • Decred | Declaração de Operações com Cartões de Crédito.
O que você achou do nosso novo site?
Ótimo
Bom
Regular

Com as festas de fim de ano chegam também as despesas extras: listas de presentes, organização de confraternizações e planejamento de viagens ocupam o tempo e o bolso de quem está se preparando para comemorar. Para não se perder nas contas e acabar amargando o orçamento, a palavra-chave é planejamento.

Confira as dicas que separamos para que você organize os seus gastos, aproveite ao máximo as festas e ainda comece o ano com o pé direito: no azul e pronta para realizar os seus sonhos em 2017.

1) Planeje o seu orçamento (e considere as contas de início de ano)

O primeiro passo para garantir o seu controle financeiro durante as festas é fazer um bom estudo e planejamento do seu orçamento.

Contabilize as suas receitas no período, considerando os ganhos extras que tiver, como 13º salário, férias ou bonificações. Depois é hora de partir para as despesas: tanto as fixas, quanto as variáveis. É importante considerar também os gastos extras que terá no início do ano, com IPTU, IPVA e material escolar, por exemplo.

Mas não para por aí: para garantir que você conquiste os seus sonhos será preciso planejá-los. Por isso, crie suas metas para o próximo ano e considere também os seus valores. Pode parecer difícil organizar tudo isso, mas começar o ano já endividada só dificultará o seu trabalho.

2) Descubra quanto pode gastar…

Agora é hora de fazer a análise desse orçamento: veja onde há margem para corte e qual é o espaço para novos gastos. Com esses valores em mãos, você irá descobrir o quanto poderá gastar com as festas sem prejudicar o orçamento.

Faça uma lista de todos os gastos previstos para o período e crie um teto para cada categoria. Claro que você não precisa seguir tudo à risca, mas quanto mais realista forem as previsões, mais bem-sucedido será o seu planejamento.

3) … e tenha disciplina

Evitar as compras impulsivas nesse período é um grande desafio: são tantas opções de presentes, comidas e passeios que não é difícil extrapolar as previsões de gastos. Por isso, é importante ter disciplina para não cair na armadilha de comprar coisas que você nem queria, só por impulso.

Para evitar esse problema, uma boa dica é sair da loja, respirar, avaliar se você realmente deseja ou precisa daquele produto e só comprar se tiver certeza de que é a melhor escolha.

4) Pesquise preços

Para garantir boas compras, é fundamental pesquisar preços. Para isso, verifique os valores e as condições de pagamento oferecidas por diversas lojas. Você também pode usar sites específicos para comparação de preços, como o Buscapé, Google Shopping e Zoom. E lembre-se: sempre tente negociar a compra e pedir descontos ao vendedor.

5) Evite o parcelamento

Outra dica para não se complicar com as contas é evitar o parcelamento. Com isso, você diminui as chances de se perder nos números e começar o ano com mais despesas do que pode pagar. Se for inevitável parcelar algumas compras, entretanto, anote todos os gastos e prazos de pagamento em uma planilha. Assim, você pode saber o quanto está gastando e garante que esse valor caiba no seu bolso.

6) Compartilhe os gastos

Para organizar as festas de fim de ano, é comum dividir os gastos com amigos ou familiares. Para não se perder nas contas e evitar que alguém fique sobrecarregado, é importante que vocês façam o controle desses valores.
Isso pode ser organizado por meio de um planilha compartilhada, onde cada um anota o que gastou, ou de uma vaquinha compartilhada, na qual todo mundo colabora antecipadamente com a comemoração.

Fonte: uol.com.br

Site desenvolvido pela TBrWeb (XHTML / CSS)
Associação Profissional dos Contabilistas de Lins  |  Rua Floriano Peixoto, n° 1.093 - Centro - Lins, SP | CEP 16.400-101
Fone 14. 3513-0114