Associação Profissional dos Contabilistas de Lins

Nova cadeira de rodas permite que usuários se movimentem em pé

maisCotações e Índices

Moedas - 14/12/2018 16:03:52
  • Nome
  • Compra
  • Venda
  • Comercial
  • 3,900
  • 3,901
  • Paralelo
  • 3,880
  • 4,080
  • Turismo
  • 3,750
  • 4,060
  • Euro
  • 4,407
  • 4,408
  • Iene
  • 0,034
  • 0,034
  • Franco
  • 3,913
  • 3,912
  • Libra
  • 4,900
  • 4,903
  • Ouro
  • 152,150
  •  
Mensal - 06/12/2018
  • Índices
  • Set
  • Out
  • Inpc/Ibge
  • 0,21
  • 0,40
  • Ipc/Fipe
  • 0,39
  • 0,48
  • Ipc/Fgv
  • 0,34
  • 0,48
  • Igp-m/Fgv
  • 1,52
  • 0,89
  • Igp-di/Fgv
  • -
  • 0,26
  • Selic
  • 0,47
  • 0,54
  • Poupança
  • 0,50
  • 0,50
  • TJLP
  • 0,55
  • 0,55
  • TR
  • -
  • -

maisObrigações Tributárias do Dia

  • 17/Dezembro/2018
  • INSS | Previdência Social.
O que você achou do nosso novo site?
Ótimo
Bom
Regular

A startup de tecnologia israelense UPnRIDE Robotics está lançando uma inovadora cadeira de rodas vertical e se autoestabiliza em uma conferência médica na Alemanha no mês que vem, e a empresa espera que o dispositivo chegue ao mercado no ano que vem.

Antes disso, a UPnRIDE precisa ser aprovada em duas triagens clínicas, uma com a associação dos veteranos norte-americanos em Nova York, para ajudá-la a obter a aprovação regulatória e garantir que planos de saúde possam ajudar os consumidores com os preços elevados do produto.

A empresa foi fundada por Amit Goffer, 63 anos, que em seu empreendimento anterior, a ReWalk Robotics, criou um exoesqueleto robotizado que ajuda pessoas paralisadas da cintura para baixo a andar.

Mas Goffer, que utiliza uma cadeira de rodas desde um acidente com um veículo off-road em 1997, nunca pode usar sua primeira invenção porque seus ferimentos causaram perda parcial na função de seus braços.

Com a nova cadeira de quatro rodas, que usa um giroscópio similar do patinete elétrico Segway e um software estabilizador, Goffer pode ficar de pé e andar por terreno urbano acidentado e conversar cara a cara com pessoas que estejam de pé.

"A dignidade, autoestima... de se sentir parte da sociedade novamente, do centro da sociedade, não das margens - o efeito psicológico é dramático", disse Goffer.

Fonte: administradores.com.br

Site desenvolvido pela TBrWeb (XHTML / CSS)
Associação Profissional dos Contabilistas de Lins  |  Rua Floriano Peixoto, n° 1.093 - Centro - Lins, SP | CEP 16.400-101
Fone 14. 3513-0114