Associação Profissional dos Contabilistas de Lins

7 passos para transformar visitantes em compradores

maisCotações e Índices

Moedas - 14/12/2018 16:03:52
  • Nome
  • Compra
  • Venda
  • Comercial
  • 3,900
  • 3,901
  • Paralelo
  • 3,880
  • 4,080
  • Turismo
  • 3,750
  • 4,060
  • Euro
  • 4,407
  • 4,408
  • Iene
  • 0,034
  • 0,034
  • Franco
  • 3,913
  • 3,912
  • Libra
  • 4,900
  • 4,903
  • Ouro
  • 152,150
  •  
Mensal - 06/12/2018
  • Índices
  • Set
  • Out
  • Inpc/Ibge
  • 0,21
  • 0,40
  • Ipc/Fipe
  • 0,39
  • 0,48
  • Ipc/Fgv
  • 0,34
  • 0,48
  • Igp-m/Fgv
  • 1,52
  • 0,89
  • Igp-di/Fgv
  • -
  • 0,26
  • Selic
  • 0,47
  • 0,54
  • Poupança
  • 0,50
  • 0,50
  • TJLP
  • 0,55
  • 0,55
  • TR
  • -
  • -

maisObrigações Tributárias do Dia

  • 17/Dezembro/2018
  • INSS | Previdência Social.
O que você achou do nosso novo site?
Ótimo
Bom
Regular

O número de lojas eletrônicas no Brasil só aumenta e, por consequência, a concorrência também. Por isso, o empreendedor deve estar preparado para sempre melhorar os serviços, se diferenciando de outras empresas e evitando pequenos erros que podem fazer a loja online perder dinheiro. 

Considerada um dos principais indicadores de desempenho no e-commerce, a taxa de conversão também é muito utilizada para mensurar os números ligados às vendas do comércio eletrônico. No Brasil, a taxa média de conversão é de apenas 1,65%, de acordo com pesquisa da Experian Hitwise. O dado é um alerta ao setor.

Para Armando Leite Júnior, especialista em e-commerce, CEO e sócio da Trezo, o desafio mais frequente está em transformar os visitantes do site em compradores. Para isso, Armando orienta que o empreendedor fique atento a alguns números que apontam onde estão os ruídos nesse processo.

“Sabemos, por exemplo, que 84% dos compradores online avaliam uma página de mídia social antes de fazer a compra. Ou seja, é fundamental que a loja esteja presente nesses locais”, afirma o CEO.

Abaixo você confere sete dicas elaboradas por Armando para que você tenha mais êxito na transformação do visitante em cliente:

1) Faça e disponibilize vídeos sobre os produtos, pois eles podem aumentar as vendas em até 144%;

2) Crie um site simples de usar e certifique-se de que os botões sejam fáceis de encontrar, principalmente os de “Adicionar ao Carrinho” e “Checkout”;

3) O e-commerce deve ser acessível a pessoas com deficiências visual, auditiva, motora, entre outras necessidades especiais;

4) Seja honesto (sempre). Se um produto está esgotado, avise o consumidor. Lembre-se de deixar um botão “Avise-me quando esse produto chegar”;

5) Ganhe a confiança do cliente. Para isso, mostre depoimentos e recomendações sobre a sua página em mídias sociais; disponibilize um número de SAC; tenha uma política de privacidade e mostre que sua loja online possui um processo de pagamento seguro;

6) Ofereça vários métodos de pagamento;

7) Mantenha seu cliente atualizado informando-o quando o produto for enviado e qual o código de rastreamento.

Essas são as principais dicas para melhorar a taxa de conversão do e-commerce. Contudo, Armando lembra que o ideal é fazer um acompanhamento constante para saber por que o cliente está deixando a loja online sem efetuar a compra. Para isso, o CEO recomenda o uso de ferramentas como o Google Analytics, Crazy Egg, Click Tale e Olark.

“Não se pode esperar que o problema apareça para o consumidor para tomar as providências. É necessário analisar constantemente para corrigir as falhas rápido, de preferência, antes que afete o usuário”, finaliza Armando.

Fonte: administradores.com.br

Site desenvolvido pela TBrWeb (XHTML / CSS)
Associação Profissional dos Contabilistas de Lins  |  Rua Floriano Peixoto, n° 1.093 - Centro - Lins, SP | CEP 16.400-101
Fone 14. 3513-0114