Associação Profissional dos Contabilistas de Lins

​Receita já recebeu mais de 430 mil declarações do Imposto de Renda

maisCotações e Índices

Moedas - 10/12/2018 13:15:50
  • Nome
  • Compra
  • Venda
  • Comercial
  • 3,927
  • 3,928
  • Paralelo
  • 3,900
  • 4,090
  • Turismo
  • 3,770
  • 4,090
  • Euro
  • 4,477
  • 4,480
  • Iene
  • 0,035
  • 0,035
  • Franco
  • 3,971
  • 3,971
  • Libra
  • 4,962
  • 4,965
  • Ouro
  • 154,130
  •  
Mensal - 06/12/2018
  • Índices
  • Set
  • Out
  • Inpc/Ibge
  • 0,21
  • 0,40
  • Ipc/Fipe
  • 0,39
  • 0,48
  • Ipc/Fgv
  • 0,34
  • 0,48
  • Igp-m/Fgv
  • 1,52
  • 0,89
  • Igp-di/Fgv
  • -
  • 0,26
  • Selic
  • 0,47
  • 0,54
  • Poupança
  • 0,50
  • 0,50
  • TJLP
  • 0,55
  • 0,55
  • TR
  • -
  • -

maisObrigações Tributárias do Dia

  • 10/Dezembro/2018
  • Comprovante de Juros sobre o Capital Próprio-PJ.
  • IPI | Imposto sobre Produtos Industrializados.
  • Envio da Guia da Previdência Social aos Sindicatos.
O que você achou do nosso novo site?
Ótimo
Bom
Regular

A Receita Federal informou, nesta quarta-feira (2), que recebeu 434.809 declarações do IR (Imposto de Renda) até as 11h. De acordo com o supervisor nacional do IR, Joaquim Adir, a expectativa é de que 28,5 milhões de contribuintes entreguem a declaração. O prazo de entrega da declaração vai de 1º de março a 29 de abril.

Novidades

Uma das principais novidades para este ano é que os contribuintes terão de incluir na declaração o CPF dos dependentes a partir de 14 anos. A obrigatoriedade, antes, abarcava os dependentes com 16 anos ou mais, mas uma instrução normativa alterou a regra no início deste ano.

Outra mudança é que os contribuintes obrigados a declarar IR não precisarão mais detalhar os rendimentos do cônjuge ao preencher a declaração. Bastará informar o CPF do marido ou da mulher, uma vez que a Receita Federal tem acesso às demais informações em seu banco de dados.

Para os profissionais das áreas de saúde, odontologia e advocacia que recebem rendimentos de pessoas físicas, a mudança é que eles terão que informar à Receita o CPF dos clientes para os quais prestaram serviços especificamente (antes o valor era informado de forma global). Isso evita que a declaração fique retida em malha fina.

Já a principal mudança tecnológica está na própria entrega da declaração. No ano passado, era preciso fazer a gravação, verificar as pendências e então transmiti-la. Neste ano, há um botão "entrega da declaração", que executará as três funções ao mesmo tempo.

Fonte: R7 - 02/03/2016

Site desenvolvido pela TBrWeb (XHTML / CSS)
Associação Profissional dos Contabilistas de Lins  |  Rua Floriano Peixoto, n° 1.093 - Centro - Lins, SP | CEP 16.400-101
Fone 14. 3513-0114