Associação Profissional dos Contabilistas de Lins

Pequenos negócios terão prioridade no pedido de patentes

maisCotações e Índices

Moedas - 19/07/2019 13:19:24
  • Nome
  • Compra
  • Venda
  • Comercial
  • 3,739
  • 3,740
  • Paralelo
  • 3,710
  • 3,900
  • Turismo
  • 3,590
  • 3,890
  • Euro
  • 4,196
  • 4,200
  • Iene
  • 0,035
  • 0,035
  • Franco
  • 3,809
  • 3,811
  • Libra
  • 4,673
  • 4,676
  • Ouro
  • 172,170
  •  
Mensal - 06/05/2019
  • Índices
  • Fev
  • Mar
  • Inpc/Ibge
  • 0,54
  • 0,77
  • Ipc/Fipe
  • 0,54
  • 0,51
  • Ipc/Fgv
  • 0,35
  • 0,65
  • Igp-m/Fgv
  • 0,88
  • 1,26
  • Igp-di/Fgv
  • 1,25
  • 1,07
  • Selic
  • 0,49
  • 0,47
  • Poupança
  • 0,50
  • 0,50
  • TJLP
  • 0,59
  • 0,59
  • TR
  • -
  • -

maisObrigações Tributárias do Dia

  • 22/Julho/2019
  • IRPJ/CSL/PIS/COFINS | Incorporações imobiliárias | Regime Especial de Tributação – PMCMV.
  • IRPJ/CSL/PIS/COFINS | Incorporações imobiliárias | Regime Especial de Tributação - RET.
  • Simples Nacional.
O que você achou do nosso novo site?
Ótimo
Bom
Regular

Por Agência Sebrae 

O Sebrae e o Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI) debateram nesta sexta-feira (26), no Rio de Janeiro (RJ), mecanismos para priorizar os pedidos de patente das micro e pequenas empresas, que têm tratamento preferencial com base em preceito constitucional. A meta nessa fase-piloto é analisar, de forma mais acelerada, 300 pedidos. Hoje, 200 mil pedidos de patente estão em análise no INPI – 2% deles se referem a pequenos negócios. O prazo médio de concessão do registro é de dez anos e a ideia é trabalhar para diminuir esse tempo para um ano.

Entre as propostas debatidas na reunião estão a de colocar nos sites das duas instituições links e cartilhas informativas para que o usuário tenha acesso rápido e simplificado do que é necessário para fazer o registro de uma patente e mostrar o passo a passo do processo para evitar erros nos pedidos encaminhados e consequentes atrasos. O Sebrae também propôs multiplicar o conhecimento por meio de programas como o Agentes Locais de Inovação (ALI) e Sebraetec, a fim de facilitar o processo para os negócios de pequeno porte.

"Essa atenção especial às micro e pequenas empresas representa muito, porque é o setor que mais emprega, um dos motores importantes e significativos da nossa economia", ressaltou a diretora-técnica do Sebrae, Heloísa Menezes. "Sabemos o que essa parceria pode fazer pelos empresários desse porte. A concessão de Indicação Geográfica (IG), um trabalho realizado com o Sebrae, é uma bom indicador do que pode representar esse esforço conjunto ", completou o presidente do INPI, Luiz Otávio Pimentel.

A concessão da marca também foi outro tema abordado. Atualmente, o INPI tem 600 mil pedidos, sendo que os pequenos negócios representam 11% desse total. O tempo de concessão é de três anos e meio. O presidente do Sebrae, Guilherme Afif Domingos, deve assinar o convênio no dia 10 de março, na sede do INPI no Rio de Janeiro, referendando os termos desse acordo dos pedidos de patente.

Fonte: Administradores - 29/02/2016

Site desenvolvido pela TBrWeb (XHTML / CSS)
Associação Profissional dos Contabilistas de Lins  |  Rua Floriano Peixoto, n° 1.093 - Centro - Lins, SP | CEP 16.400-101
Fone 14. 3513-0114