Associação Profissional dos Contabilistas de Lins

Pagamento da segunda parcela do 13º salário deve ser feito nesta sexta

maisCotações e Índices

Moedas - 14/12/2018 16:03:52
  • Nome
  • Compra
  • Venda
  • Comercial
  • 3,900
  • 3,901
  • Paralelo
  • 3,880
  • 4,080
  • Turismo
  • 3,750
  • 4,060
  • Euro
  • 4,407
  • 4,408
  • Iene
  • 0,034
  • 0,034
  • Franco
  • 3,913
  • 3,912
  • Libra
  • 4,900
  • 4,903
  • Ouro
  • 152,150
  •  
Mensal - 06/12/2018
  • Índices
  • Set
  • Out
  • Inpc/Ibge
  • 0,21
  • 0,40
  • Ipc/Fipe
  • 0,39
  • 0,48
  • Ipc/Fgv
  • 0,34
  • 0,48
  • Igp-m/Fgv
  • 1,52
  • 0,89
  • Igp-di/Fgv
  • -
  • 0,26
  • Selic
  • 0,47
  • 0,54
  • Poupança
  • 0,50
  • 0,50
  • TJLP
  • 0,55
  • 0,55
  • TR
  • -
  • -

maisObrigações Tributárias do Dia

  • 17/Dezembro/2018
  • INSS | Previdência Social.
O que você achou do nosso novo site?
Ótimo
Bom
Regular

Sophia Camargo - Colaboração para o UOL, em São Paulo 

Cai nesta sexta-feira (18) na conta dos trabalhadores com carteira assinada a segunda e última parcela do 13º salário. O prazo normal é até 20 de dezembro, mas, como neste ano a data cai em um domingo, o depósito tem de ser antecipado.

Especialistas recomendam dar prioridade para quitar ou reduzir dívidas e, se possível, tentar poupar um pouco.

Três em cada quatro brasileiros devem usar o 13º salário para pagar dívidas, segundo uma pesquisa da Anefac (Associação Nacional dos Executivos de Finanças, Administração e Contabilidade).

A decisão está correta, de acordo com o sócio do GuiaBolso Thiago Alvarez. "Quem tem dívidas deve usar o dinheiro para quitar ou, depois de renegociar, diminuir consideravelmente as mesmas", diz.

Veja mais dicas de como usar seu 13º salário.

Pague as dívidas mais caras

Para Miguel Ribeiro de Oliveira, diretor-executivo da Anefac, é preciso pagar primeiro as dívidas do rotativo do cartão de crédito e do cheque especial, que têm juros médios de 13,59% ao mês e 10,24% ao mês, respectivamente. Como os juros são altos, essas dívidas aumentam muito e de forma rápida. 

Guarde um pouco de dinheiro

Para quem está no zero a zero, Alvarez sugere guardar o dinheiro do 13º salário para começar uma reserva financeira. "O ideal é que essa reserva seja de seis salários", diz.

Para quem já tem um pouco de dinheiro guardado, a recomendação dele é gastar um pouco, mas poupar o máximo que puder, pois 2016 deve ser mais um ano difícil.

Economize para o começo do ano

Janeiro é um mês com muitas despesas. Além das contas a pagar do Natal, começam a chegar os impostos (IPTU, IPVA) e há gastos com material e uniforme escolar. Convém aplicar uma parte do 13º salário na poupança para ajudar nessas contas do começo do ano.

Economize nos presentes

Os gastos com presentes devem estar limitados às possibilidades do orçamento doméstico. De preferência, os presentes devem ser pagos à vista, para que as parcelas não acumulem com as despesas do começo do ano.

Fonte: Uol - 18/12/2015

Site desenvolvido pela TBrWeb (XHTML / CSS)
Associação Profissional dos Contabilistas de Lins  |  Rua Floriano Peixoto, n° 1.093 - Centro - Lins, SP | CEP 16.400-101
Fone 14. 3513-0114